Gatos

Gato pode tomar banho?

Muitas pessoas, tanto entre as que adoram gatos, quanto as que conhecem pouco sobre os felinos, acreditam que esses animais não gostam de água, não precisam ou não podem tomar banho. Mas essa informação está errada.

Algumas espécies de gatos, na verdade, adoram água. Já outras não gostam tanto assim. Porém, manter a higiene dos bichinhos em dia é essencial para a manutenção de sua saúde. Por isso, é preciso adequar a forma de higienizá-los de acordo com a característica de cada felino.

A seguir, entenda se seu gato pode ou não tomar banho e como deve ser feito esse processo:

Gato pode tomar banho?
A resposta para essa pergunta é sim. Gatos podem e devem tomar banho.

Isso porque, o banho é necessário para diminuir a gordura da pelagem do animal. Além disso, no processo de banhagem, os pelos já mortos são escovados e retirados, evitando que, ao se lamber, os gatinhos ingiram pelo em excesso.

O banho é importante para todos os gatos, mesmo para aqueles que não possuem pelos, conhecidos como Sphynx. Gatos dessa espécie possuem maior tendência a produzir seborreia, por isso, é importante que tomem banhos mais vezes que os animais peludos.

O que muda na questão dos banhos para os gatos é exatamente a frequência. Enquanto os cães devem tomar banho toda a semana, gatos que vivem em apartamentos, por exemplo, podem ficar de 4 a 6 meses sem entrar debaixo d’água.

Mas a coisa muda de figura caso o felino tenha a pelagem muito cheia, possua o costume de ir para rua com frequência, ou apresente alguma dermopatia. Nesses casos, o ideal é que o animal tome um banho por mês. Por fim, no caso de gatos Sphynx, que não possuem pelos, para evitar a seborreia, a higiene deve ser feita semanal ou quinzenalmente.

Como deve ser o banho dos gastos
O primeiro passo para dar um bom banho em seu gato é garantir que a água esteja morna, uma vez que a água fria pode deixá-los estressados. Também faz parte do processo de banho a escovação da pelagem, para eliminar os pelos soltos e diminuir a gordura presa a eles.

Para os felinos que apresentam grande resistência à água, existe a opção de uso de um spray a seco específico para a higiene felina, que também deve ser combinado com a escovação.

A seguir, confira o passo a passo para dar banho no seu gatinho:

Escove bem os pelos
Como já dissemos, a escovação da pelagem dos gatos é primordial para eliminar a gordura, os pelos mortos e evitar que o animal engula pelos em excesso.

A escovação faz com que o banho em si dure menos, diminuindo as chances de que o animal se estresse e contribuindo para a diminuição de pelo nos ralos.

Corte as unhas do animal
Cortar as unhas do animal antes do banho, principalmente se ele for arisco, é uma ótima forma de evitar arranhões durante o processo de higienização, momento em que o felino pode se estressar ou se assustar.

Porém, se o seu gato tiver o hábito de sair sozinho na rua – o que não é recomendado – o melhor é evitar o corte, uma vez que, as unhas, fazem parte da defesa natural dos felinos.

Dê o banho aos poucos
Preparar o gato para a hora do banho é essencial para evitar o estresse do animal.

Comece já deixando os acessórios que vai utilizar separados, para que o bichinho não precise ficar esperando enquanto você procura por eles. O ideal é escolher shampoos e sabonetes neutros, com cheiro leve, para não irritar o olfato dos bichos.

Antes de começar o banho, acaricie e massageie o animal, deixando-o mais relaxado. Oferecer alguns petiscos também é uma boa ideia.

Na hora de molhá-lo, comece aos poucos, preferencialmente pelas patas e evite que a água caia diretamente sobre a cabeça do animal. Para limpar o rosto, opte por um pano úmido.

Não se esqueça de sempre usar água morna.

Seque bem o animal
Mesmo que o animal esteja tenso, o processo de secagem deve ser iniciado com uma toalha para envolver e aquecer o animal, esfregando de leve os pelos. Você pode optar pelo uso de secador, mas, nesses casos, é bom ter cuidado, pois, o barulho pode deixar o felino ainda mais nervoso. Use o aparelho na temperatura baixa, sem aproximá-lo muito do animal.

Por fim, tente aproveitar a luz do sol para fazer com que o gato volte a se aquecer. Muitas vezes, o pelo do bichano pode parecer seco, mas sua pele permanece úmida. Nesses casos, a luz do sol é ideal para terminar o processo de secagem.

Finalmente, após terminar o banho, recompense seu gatinho com seus petiscos favoritos e bastante carinho. Isso fará com que ele se acostume com a ideia do banho e o momento se torne menos estressante.

Dar banho em felinos nem sempre é uma tarefa fácil, muito menos para ser realizada em casa. Por isso, em nossas lojas, você encontra os melhores profissionais para banharem o seu bichinho de forma carinhosa, dedicada e com o melhor atendimento. Venha conhecer!

Deixe uma resposta