placa de identificação no pet
Cães

A importância de usar placa de identificação no Pet

placa de identificação no pet

Investir em ter uma placa de identificação no pet, de material de qualidade e durável é a melhor forma de garantir que seu animal de estimação voltará a salvo para casa.

Além disso, é preciso garantir que isso não seja um stress para o seu pet. Afinal, ele deve se sentir confortável utilizando a coleira ou corrente com a placa de identificação.

Como tutor de um animal é sua responsabilidade garantir a segurança do pet. E isso inclui identificar que o animal possui uma família que o ama e cuida dele.

Esta é uma maneira segura de garantir que o animal volte para casa em vez de ser encaminhado para sacrifício ou fique em situação de abandono.

Placa de identificação no pet traz mais segurança

A segurança do uso de placa de identificação no pet deve vir acompanhada de outros cuidados. Assim, você garante que não passará pela dor da perda do seu animal de estimação:

  • A placa de identificação no pet deve conter informações essenciais e ser legível. O nome do animal e o telefone do tutor já são suficientes para que quem o encontre possa contatar o responsável e devolvê-lo.
  • Mantenha a placa de identificação no pet sempre. Dessa forma, o uso da mesma se tornará um hábito e você evita que, em algum momento de descuido, ele saia de casa sem identificação.
  • Precaução é muito importante! Mantenha os portões fechados e prenda ou segure seu pet quando for necessário abrir portas que dão saída direta para rua.
  • Antes dos passeios, faça uma verificação atenta se a coleira e a guia do pet estão presas corretamente. Na hora de adquirir, também observe a qualidade e a resistência do material. Você deve ter esse mesmo cuidado com a placa de identificação, para não correr o risco de ela cair ou se soltar em algum momento.
  • Não esqueça de atualizar os dados de contato na placa de identificação, sempre que for preciso.

O que fazer quando o pet não gosta de usar coleira?

O uso de coleiras é um hábito que deve ser adquirido pelo pet com tempo e paciência, alguns animais têm maior resistência ao uso de adornos do que outros.

Se o seu pet não estiver acostumado a usar uma coleira ou corrente, ou for resistente ao uso, não tente forçá-lo. O animal precisa ter confiança em você e saber que aceitar o uso desse objeto trará benefícios.

Coloque a coleira ocasionalmente, devagar e com carinho, sempre mantendo seu rosto na linha de visão do animal para que ele na se sinta oprimido e recompense ele após colocar. Em pouco tempo o animal estará habituado ao uso do acessório.

Cuidados para o uso de coleiras com placa de identificação

Coleiras colocadas muito apertadas ao pescoço do pet podem causar enforcamentos acidentais ao ficarem presas em objetos, por isso, é importante garantir uma pequena folga, de cerca de dois dedos entre a coleira e o pescoço do animal.

Para gatos é indicado o uso de coleiras feitas de material elástico. Isso porque os gatos são mais ativos e gostam de pular e subir em locais nos quais os acessórios podem ficar preso.

Assim como é importante atualizar os dados da placa de identificação no pet, é preciso atualizar o tamanho das coleiras. Sempre de acordo com o crescimento do seu animal.

Gostou das nossas dicas? Acompanhe nosso blog e tenha acesso a mais conteúdo de como melhorar a qualidade de vida do seu pet.

 

Clique aqui e personalize sua Pet Tag para manter o seu amiguinho seguro!

Deixe uma resposta